Secretaria de Estado da Cultura, Turismo, Esporte e Lazer e Braskem apresentam

1a Bienal de Dramaturgia Qorpo-Santo  - Triunfo RS

B

 

 

 

 

 

Curadoria

1a. Bienal

de Dramaturgia

Qorpo-Santo

 

 

 

 

A BRASKEM S.A., no ano de 2018 inova em dois potentes projetos para o estado do Rio Grande do Sul, o primeiro foi o INTERCENA, programa de internacionalização das artes cênicas do estado do Rio Grande do Sul, que obteve grande êxito e é considerado pelo setor como o evento cênico mais importante do Brasil no ano de 2018. Agora a BRASKEM S.A. é a patrocinadora exclusiva da 1a. BIENAL DE DRAMATURGIA QORPO-SANTO. 

 

 

A 1a. Bienal de Dramaturgia do Brasil, acontecerá na cidade de Triunfo no Rio Grande do Sul e incorpora o nome de José Joaquim de Campos Leão (Triunfo RS 1829 – Porto Alegre RS 1883), o Qorpo-Santo. O seu lançamento será no dia 16 de agosto de 2018, às 15hs, no Theatro Municipal União, o segundo teatro mais antigo do Rio Grande do Sul. 

A primeira ação da Bienal será o lançamento do Concurso Nacional de Dramaturgia Qorpo-Santo, que premiará um texto dramatúrgico e publicará a obra vencedora.

O resultado do concurso e a cerimônia de premiação acontecerá entre os dias 17 à 21 de junho de 2019, período em que se completam as ações da Bienal. Toda a programação é gratuita.

 

 

proposta é que a 1a. BIENAL DE DRAMATURGIA QORPO-SANTO, torne-se ponto de confluência de alguns dos mais destacados dramaturgos, artistas, pesquisadores estudantes de distintos contextos de produção dramatúrgicas do Brasil. 

 

A Bienal transcende o caráter de um projeto local, pois torna-se um acontecimento no mapa da dramaturgia nacional. É nesse contexto que a 1a. BIENAL DE DRAMATURGIA QORPO-SANTO assume um papel de relevância na construção de pontes e redes de contatos da produção dramatúrgica gaúcha com a produção nacional. 

“A Bienal têm uma importância significativa como instância geradora e catalisadora dos mais diversos processos relativos à produção, difusão, formação e fruição da dramaturgia brasileira. Os múltiplos processos e ações desenvolvidas pela Bienal podem potencializar integração da dramaturgia gaúcha no próprio território local e na cartografia da dramaturgia contemporânea nacional.” destaca Alexandre Vargas, idealizador da Bienal.

 

Em sua perspectiva curatorial, a Bienal amálgama quatro pontos fundamentais para a potencialização da dramaturgia contemporâneacapacitação, fomento, reflexão e conexão. A multiplicidade de poéticas, ainclusão de jovens artistas. O projeto artístico-pedagógico com a participação de artistas docentes brasileiros, o concurso nacional de dramaturgia, as palestras, os seminário, masterclasses, os workshops o lançamento da publicação do ganhador do Concurso Nacional de Dramaturgia Qorpo-Santo, compõe a programação que conta igualmente com a presença da produção local, desde os mais experientes até jovens que começam a lançar seus trabalhos autorais. 

Os aspectos relacionados à economia da cultura, o fortalecimento da cadeia produtiva das artes cênicas e a formação de mercado para a cultura também compõe a estruturação conceitual da 1a. BIENAL DE DRAMATURGIA QORPO-SANTO, que valoriza e promove o desenvolvimento da cultura.

 

 

A 1a. Bienal de Dramaturgia Qorpo-Santo é um projeto relevante para ampliar a criação de novas frentes de trabalho, de elaboração artística e do investimento no intercâmbio da dramaturgia contemporânea no país. Aproximar cidadãos e bens culturais é uma meta desse projeto inclusivo que integra arte, educação e cultura como estratégia de sustentabilidade.

A originalidade da proposta está no conceito de “Bienal de Dramaturgia”, única no país, e na importância simbólica que está relacionada a preservar a memória do nosso maior expoente da dramaturgia do Rio Grande do Sul, bem como na promoção da obra do autor. A democratização de acesso as atividades é plena e a intencionalidade é que a programação da Bienal gere um público e forme uma platéia especializada em relação a produção da escrita teatral. 

 

 

Por meio da dramaturgia, a produção da escrita teatral, fortalece um aspecto da cadeia produtiva das artes cênicas que têm pouco incentivo no país. O mercado cultural para as artes cênicas, no gênero da escrita teatral, é fomentado com esse projeto, sendo o único de estimulo a dramaturgia no Estado do Rio Grande do Sul.

Portanto, pretendemos estimular o desenvolvimento do setor artístico cênico de escrita teatral e oferecer ao público a aproximação com a produção contemporânea de dramaturgia, dramaturgos e estudiosos. Dessa maneira, Incentivando a integração dos diversos agentes do setor cultural e permitindo aos artistas e escritores refletirem sobre o papel estruturante dos dramaturgos na sociedade brasileira.

A compreensão sensível e responsável da Braskem S.A., a maior patrocinadora de artes cênicas no estado, permite a realização desse projeto estratégico para o Rio Grande do Sul. A 1a. Bienal de Dramaturgia Qorpo-Santo é financiada por meio da lei de incentivo a cultura do governo do estado e que tem como parceiro a Fundação Cultural Qorpo-Santo. Com a finalidade de potencializar e valorizar a comunidade local, o projeto agrega valor à comunidade de Triunfo dando visibilidade nacional a cidade e a obra de seu grande artista. 

 

 

 

Alexandre Vargas

Diretor da Bienal de Dramaturgia